O DELEGADO da 14ª Delegacia de Polícia Civil da Bahia, Antônio Jacson Paixão, de posse da identificação do homem que há dois meses dirige ameaças a este escrevinhador e sua família, informou ter expedido intimação para que o mesmo venha depor naquela delegacia neste 14 de janeiro de 2019.

O agressor foi identificado como Mateus Oliveira. Trata-se de estudante da Faculdade de Comunicação (Facom) da Universidade Federal da Bahia.

Na qual o autor do Boletim de Ocorrência Policial (B.O.) atua há dezoito anos como docente e líder de grupos de pesquisas. Em oposição aos mandarins que se reproduzem e fazem “escola” naquele latifúndio de supostos ideários “progressistas” das “esquerdas”, do “bem”.

Foto do Facebook do agressor, postada a 28/12, momentos depois de o mesmo ser flagrado fotografando com celular a placa do automóvel do alvo de suas ameaças, estacionado no portão do condomínio onde mora

“A intimação é para que ele venha depor. Se ele receberá a intimação ou mesmo se comparecerá, foge da minha competência”, declarou o delegado da 14ª DP. A lei prevê, em casos como esse, medidas coercitivas e judiciais a serem tomadas à revelia do intimado.

Depois de as ameaças se tornarem públicas no final de dezembro, via este blog e o canal Youtube/ZeDeNoca, seguidores deste escrevinhador nas redes sociais informaram indícios sobre a identidade do suspeito.

Seria ainda morador da principal e tradicional Residência Universitária-1, localizada nas vizinhanças do endereço residencial do alvo das ameaças. E indica trabalhar na Acesssing Comunicação, em Salvador.

Acionada, a 9 de janeiro a Pró-Reitora de Assistência Estudantil, Cassia Virgínia Maciel, recebeu este escrevinhador em seu gabinete.

Recomendou: “Em relação ao teor geral de sua manifestação sugiro seu envio para direção da unidade na qual o estudante cursa graduação para apuração, conforme Art. 140 do Regimento Geral”, que prevê abertura de processo disciplinar contra o aluno infrator.

Disse a Pró-Reitora ter sua equipe verificado que o suspeito “esteve hospedado no mês de novembro/2018 na residência R1 (Corredor da Vitória), mas não mais se afigura naquela condição, inclusive, com seu acesso restringido ao interior da Casa pelos próprios moradores por conta de desentendimentos durante sua estadia.”

Postagem do agressor em sua página do Facebook no dia da recente eleição presidencial que elegeu Jair Bolsonaro em disputa com o candidato do PT

A ofício protocolado a 2 de janeiro no qual este docente encarece urgentes providências da direção da Faculdade de Comunicação “no sentido de colaborar com as investigações policiais” na identificação do agressor ali matriculado, a diretora da Facom Suzana Barbosa respondeu protocolarmente, também por ofício:

“Prezado Professor. A respeito da solicitação feita a esta Direção, conforme consta no documento datado de 02 de janeiro de 2019, informa-se que após termos acesso às imagens a partir do endereço do blog apontado, não pudemos identificar “o homem” que aparece nas referidas imagens. Como o Senhor diz no documento ter sido “informado ser o suspeito estudante do curso de Comunicação da UFBA”, pede-se que nos seja indicado o nome deste estudante para que, assim, seja possível verificar no sistema do Colegiado do Curso de Graduação em Comunicação e, deste modo, colaborar com as investigações.”


Anúncios