Anúncios

Caetano e Olavo de Carvalho se combinam numa coisa

SUBSTRATO do clima de final de campeonato de futebol em que os marqueteiros, profissionais ou voluntários, transformaram o segundo turno das eleições de presidente da República no Brasil.

Um artigo do músico e poeta Caetano Veloso foi acolhido e publicado pela Folha de S. Paulo no domingo 21/10, anterior ao domingo em que Jair Bolsonaro (PSL) derrotou, por 56 a 45 pontos, a seleção de esquerda liderada por Fernando Haddad (PT).

Com argumentos descabidos, exagerados no conteúdo e na forma, o texto de Caetano conclamava os brasileiros a se levantar contra o candidato da “direita”.

Em termos virulentos apontava Olavo de Carvalho, intelectual e professor autodidata brasileiro exilado há tempos nos Estados Unidos, como um dos principais mentores de Bolsonaro, em sua agenda armamentista e na moral dos costumes.

O artigo era um xingamento sem pé nem cabeça.

Uma peça de belicosidade gratuita a serviço do marketing do projeto de esquerda que, depois de treze anos de poder suspensos com o impeachment de Dilma Rousseff em 2016, ameaçava retornar ao Palácio do Planalto.

Por seis semanas, quem quiser debater a atualidade da fundamental obra de Gilberto Freyre basta reservar as tardes de terça-feira e comparecer à aula aberta na UFBA, em Salvador, por 0-800

Olavo de Carvalho, em linguagem não menos balística, respondeu ao poeta tresloucado (ao menos neste episódio) em vídeo postado na segunda-feira em seu hiper-acessado canal no Youtube.

Jactando-se do seu enciclopedismo de citações ao mesmo tempo originais e esotéricas, Carvalho concluiu mandando o incensado cantor brasileiro fazer aquilo que levou Deus a mandar destruir Sodoma e Gomorra.

Tudo foi bacana e ambos devem ter se divertido muito.

As divergências de cunho partidário de um e de outro acabam por aí.

Isto porque, como este escrevinhador explica com detalhes em http://www.youtube.com/zedenoca, Olavo de Carvalho e Caetano Veloso concordam em gênero, número e grau num tema que, agora com a assunção de Jair Bolsonaro, deve novamente incendiar o país em 2019.

Acesse http://www.youtube.com/ZeDeNoca e tome ciência.


Anúncios