Como ativista, militante social, pesquisador e estudioso do assunto, EU ACUSO! Acuso o Partido dos Trabalhadores e suas amantes no poder pela campanha de ódio racista que estão encetando contra o negro Joaquim Barbosa. E acuso do mesmo crime (inafiançável) o Movimento Social Negro Governista, comprado e vendido por 30 moedas, como nunca antes na história deste país.

O espertalhão do Lula se vende à Globo e suas amantes traídas culpam a mim

O espertalhão do Lula se vende à Globo e suas amantes traídas culpam a mim

Recursos retóricos baseados na dissimulação, no não-dito, estão sendo utilizados em profusão contra a idoneidade do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) do Brasil. Questionam sua competência e sanidade. Acusam-no até de “complexado”, tentando diminuir a qualidade dos seus votos e ações.

A camarilha de José Dirceu (quem matou Celso Daniel?), do PT e seus sócio-parasitas de outros pseudo partidos de esquerda, está atentando contra o Estado Democrático de Direito que a duras penas a sociedade brasileira vem conquistando.

Propagandistas que se apresentam como “intelectuais” engajados – como Marilena Chauí – desclassificam-no. Se possível, forjam argumentos tão incoerentes (mas que caem bem para os idiotas e inocentes úteis) quanto o de dizer que ele atua para as lentes “do Partido da Mídia Golpista – como a Globo”.

O milionário Dirceu, consultor de algumas das multinacionais mais poderosas do mundo, conta bancária astronômica, junto com outros membros da quadrilha que, no poder, assaltou o país, quer pintar de perseguido etc. e tal. Não cola e nem vai colar. Nem mesmo Lula, seu cappo e principal beneficiário do esquema, acredita. Dilma Rousseff, que se mantém calada, sabe o pau de merda que esse sujeito representa.

Benedito Barbosa na revista que neste 2013 já deu 3 entrevistas páginas amarelas com gente do PT, como Jaque4s Wagner e Mantega; que denunciou Collor; que foi censurada pela ditadura militar

Benedito Barbosa na revista que neste 2013 já deu 3 entrevistas páginas amarelas com gente do PT, como Jaques Wagner e Mantega; que denunciou Collor; que foi censurada pela ditadura militar

Joaquim Barbosa é ficha limpa, ao contrário dessa quadrilha. Dar o mesmo peso a este e aqueles é o coroamento do irracionalismo, típico da lógica de Joseph Stalin, o carrasco do povo eslavo que gente igual a Dirceu e Genoíno santificam. Ao contrário de Barbosa.

Este simboliza o ideal republicano. Dentro dos imperfeitos (porque humanos) marcos legais definidos pela Constituição de 1988 (capitalismo, livre iniciativa, foro por prerrogativa de função etc.) ,dar tratamento igual, isonômico, a todos aqueles que, submetidos ao devido processo legal pelo que se define por crime naquela Constituição, devem pagar a pena prevista em lei.

MOÇÃO DE HONRA

Como sujeito de direito – oposto a Kátya Abreu, Sarney, Maluf, Renan Calheiros, Cesar Borges, donos de bancos,  Otto Alencar,os Vieira Lima et caterva -, estou encaminhando nos próximos dias petição ao titular da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) do meu Estado em favor do excelentíssimo senhor ministro-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa.

Desejo que o Executivo baiano, representante do povo do Estado de maior população negro-afrodescendente do Brasil, conceda o que for considerada a honraria de maior significado simbólico àquele magistrado. Que, em sendo negro, entre os 11 ministros do STF, tem tido sua competência técnica reconhecida pela maioria daquele douto colegiado – também chamado de Suprema Corte.

Dentro do clima e do espírito do “Mês da Consciência Negra”, por conta da luta do herói Zumbi dos Palmares, assassinado por bandeirantes paulistas em 1695.

Iniciativa similar será encaminhada aos presidentes da Assembléia Legislativa e da Câmara de Vereadores de Salvador, para que estudem a possibilidade de concederem a Joaquim Barbosa títulos, respectivos, de cidadão baiano e soteropolitano.

Tentarei levar à congregação de minha faculdade pública proposta para que solicite ao Conselho Universitário da universidade onde estou, a UFBA, a concessão do título de Doutor Honoris Causa a esse grande brasileiro que é Joaquim Benedito Barbosa Gomes.

Anúncios